É bom ser Estranho.

doctor strange_ccxp_LOW

Este ano estarei mais uma vez na fantástica Comic Con Experience e eu tô correndo para tentar acabar Semilunar, mas acho que não dará tempo então estou preparando diversos prints para o evento.
Estou elaborando todos exclusivamente para a CCXP.
E esse é um deles:
Doctor Strange!! O que dizer desse personagem que mal conheço mas já considero pacas?? CUMBERBATCH!!

Carregando memórias.

milo praia low

Eu costumo me perder demais nas memórias mais recentes.
Não sei se é por andar avoado ou essas memórias de hoje só virão me visitar daqui uns 20 anos, assim como as memórias da minha infância são cada vez mais vivas a cada dia desfalecido que passa.
Sim, podem ser os dias mortiços que acabam por me remeter há uma época que para mim, haviam cores de uma vida mais doce.
Os momentos mais doces, hoje são mais pontuais, assim como tudo quando se cresce, tem a hora certa para fazer.
Tem a hora do trabalho, a hora do ônibus, a hora do descanso, horário do almoço, e a hora do saudosismo.
Os momentos bons são registrados de outras maneiras, com uma outra percepção do viver.
Por exemplo, quando eu revejo um vídeo que há tempo não via, e é um vídeo que me agrada, vem a nostalgia de quando o vi e como estava quando vi.
É meio doido, mas acontece. Vem a lembrança do momento de ter visto o vídeo ou ter vivenciado aquilo(no caso de algum vídeo que dei entrevista ou coisa parecida).
Procuro registrar no blog as nostalgias digitais que tem me aparecido. E olha que ano passado foi o ano que mais participei de vídeos ou obras minhas foram revisadas.
Isso é muito legal.
Tenho certeza que esse blog, faço mais para mim do que para qualquer outra pessoa.

Pois me faz bem entrar e rememorar momentos da minha vida. De como eu estava escrevendo em determinado momento.

No começo do ano eu fui para a Paraíba.
Eu não gostava de praia.
E lá eu mudei. O ranzinza ficou menos cinza e mais corado.
Hoje eu amo uma praia.
Eu mudo fácil. Não mudo, não. Mudo sim.

Lá eu conversei com o Bobby, dei uma entrevista que eu adorei fazer. Eu tava extremamente entusiasmado, mas tava muito preocupado, muito nervoso… Com tudo. Como sempre.
Mas eu me senti bem naquele momento que falava com esse cara, me senti em casa. Me senti acolhido de alguma maneira.
Todo mundo me acolheu de uma maneira muito especial em João Pessoa. Todo mundo mesmo.
Inclusive, na noite de autógrafos lá na Comic House, eu sentei na mesa e chamei o primeiro cara da fila:
-E aí, tudo bem? Poxa, obrigado por vir aqui, você curte meu trabalho?
-Não… Eu odeio!

Dei risada achando que ele estava brincando, mas ele tava falando muito sério, e foi muito engraçado o quanto ele foi sincero. O cara me odiava, mas tava me dando mais uma chance, e na real, eu fiquei feliz demais pela sinceridade dele, que me falou tudo que não gostava do meu trabalho e eu tentei retrucar tudo que ele dizia. Mas em nenhum momento me senti ofendido ou coisa do tipo, pelo contrário, eu adorei o cara! Ele até me serviu um copo d’água no meio da loucura que estava depois. Eu não tomei. Vai que ele havia cuspido, né?

Lá na Paraíba, passei os dias dividindo a rotina com o Denis Mello, que era também convidado para uma sessão lá na Comic House. E esse foi outro cara iluminado que me fez um bem desgraçado nos poucos dias que estive por lá. Pessoas que faço questão de guardar em um lugar especial da memória.
Resolvi juntar 3 vídeos para guardar na minha memória recente pr’eu nunca me esquecer dessas pessoas. Para ficarem aqui, fixadas nesse blog empoeirado, fora de moda e antiquado.
O primeiro vídeo é o do Bobby que mencionei há pouco, lá na Paraíba.
O outro é do Vidal do Na Disciplina onde ele colocou Desengano como uma das cinco melhores leituras que ele teve em 2015.
E o último é um mais recente da Tatiana Feltrim onde ela comenta a experiência de ter lido a minha HQ.

Toda vez que ver um desses vídeos, vou voltar pro momento de quando os vi pela primeira vez e vou lembrar de como eu estava. E como acabaram me deixando muito melhor.
Carregando memórias que nos carregam.

No minuto 05:10

No minuto 07:49

Santos Drummond, o poeta voador.

Em tempos de constantes tempestades, a dolorida realidade clama por um herói.
Morto e renascido em cada poesia.
Se alimentando da palavra.
E voando para evitar o trânsito.
Transita entre os mortais, mas é herói e se faz santo.
A pluralidade das vozes poéticas o obriga a ser mais de um, mais do que todos nós.
O Santo se revela muitos, Santos.
Santos que tem como religião a poesia.
Sob este caminho, haverão muitas pedras.
Apresento Santos Drummond, o poeta voador.

pg 01 santos drummond LOW

pg 02 santos drummond LOW

Somos muitos carnavais e vídeos sobre Desengano.

ieu primeira de 2016 low

E é isso, você tenha ou não tenha medo nêgo, nêga o Carnaval chegou…
Na verdade ainda não, mas logo chega, e chega a hora de viver o seu desengano pessoal.
O desengano do ano sempre garantido. Carnaval chega. Mas o melhor é dizer “chega” ao desânimo e engatar na marcha. Numa marchinha antiga.
E o melhor é ter um 2016 assim.
Carnavalizado.
Realmente tinha vontade de viver o carnaval que meus pais me contam.
Que era. Que foi.
Um carnaval onde eu sou você
Você me dá
Muita confusão e paz
Eu sou o Sol
Você o mar
Somos muitos carnavais.
Antigamente o povo se guardava e esperava o Carnaval chegar.
Hoje a gente espera ele passar.

O esquema é se empolgar com a vida, se animar. Carnavalizar. Mesmo sem estar no Carnaval.
Ou a gente monta um bloco do Desengano e pula junto…
2016 é se desenganar, desentender tudo o que não carnavalizar a vida, coração!
Duro se empolgar. “A vida é dura”. A situação está cada vez mais difícil, esse país se mostra cada vez mais doído de se viver.
E vamos a luta.

Minha HQ Desengano tem muito de música. Tem muita inspiração nas canções que sussurram pelos fones nos meus ouvidos quando a tristeza bate. E isso combate.

Tudo isso é a música que inspira. Tem um disco específico do Caetano Veloso chamado Muitos Carnavais, acho que seria a trilha sonora da minha HQ. Misturada com alguns Blues, Chico, Beatles e Elvis.

Juntei vários vídeos que participei em 2015 falando ou divulgando Desengano, também coloquei vídeos de Review e momentos deliciosos que foram registrados nesse ano que passou.
Foi uma enchente de vídeos e eu fico impressionado e extremamente estimulado por esses caras que estão comigo em cada vídeo. Agradeço de coração todo o carinho e dedicação por divulgar meu trabalho.
Portanto, seguem os links que encontrei (se tiver algum que não coloquei, me avise).

Um dos maiores momentos da minha carreira quando autografei os mamilos do Philipe Peters:

No querido click da querida Nina:

Entrevista pro Central HQ’s provando que sempre fui ruim em Física:

Especial HQue! comigo, adorei participar desse especial:

Entrevista para os queridos do Mamute Insano:

Mob Drops do Mob Ground com a boca cheia de alface e cheio de caretas com o mala do Chaves, mas que mora no meu coração:

Dois vídeos do dois quadrinhos onde Vinicius comenta de Desengano e de um sketch do Constantine que fiz pra ele:

Um ótimo review do Quadrinhos A+:

Perguntas respondidas pro querido Gnann:

O que me motiva para o Na Disciplina:

O que me inspira pelo sensacional Catavento:

Os irmãozinhos do CDQ no FIQ e na CCXP:

Review do Eu leio Gibi

Review do Paraíso Nerd

O review do Mamute Insano:

Eu no Pipoca e Nanquim lá no FIQ com o Paulo Cecconi e o Danielzinho Lopes:

Pipoca e Nanquim especial comigo, um dos melhores momentos do ano:

A Live do Omelete do terceiro dia onde eu converso com Marcelo Hessel e Érico Assis em 05:06:37min

Ótimo review no Central HQ’s do Bedin

Review legal demais no Papo Zine

No Leitura ao Leitor

Apareço no Cuzcuz falando da melhor leitura do ano para mim.

Dois ótimos vídeos do ótimo Distopia Cast

E um papo ótimo com os queridos da Locomotiva 26 no último dia da CCXP 2015, dá pra notar minha cara de zumbi podre acabado. Apareço nos 06:29 min

E aqui o disco do Caetano que mencionei:

Que já vem.

milo e la_2015_low

Acabou o ano. Estou acabado de canseira ainda desse ano que não cabe em palavras. Não cabe em mim. Acabe de uma vez. Foi foda.
Ando sumido daqui.
Agradeço a todos que fizeram parte do meu ano e colaboraram para que nos acabássemos de tantos bons momentos.
Foi o ano de Desengano.
Foi o ano que me guardei até o Carnaval chegar. E chegou com tudo. Com prefácio fodão. Com uma baita revisão. Com ótimas resenhas.
E agora quem me vê sempre parado, distante, garante que eu não sei sambar…
Não sei mesmo.

E a tendinite veio assim como a quarta feira, quando sempre desce o pano e deixa aquele vazio tão desumano. Cheio de desengano.
Vai passar.

Feliz Natal e um “próximo” Ano Novo (Não canso de repetir essa frase de algum caipira sãomanuelense).
Esse “próximo” ao invés de “próspero” de tão simplório chega a ser muito mais singelo e sincero. Ele aproxima. Te traz para mais perto. E o ano próximo que já vem, que já vem, que já vem, seja um ano que nos aproxime de quem nos faz bem.

Prefácio de Desengano por Robert Crumb.

Prefácio original, em inglês

Prefácio original, em inglês

Versão traduzida

Versão traduzida

Já faz algumas semanas que eu estou guardando um segredo sobre a minha próxima HQ Desengano. Pois bem, chegou a hora de revelar uma das maiores novidades sobre esse livro.
Mas antes gostaria de dizer algumas coisas…
As pessoas que me acompanham pelo Facebook podem ter notado que eu tive uma tendinite na mão direita o que me deixou impossibilitado de desenhar e fazer qualquer outra coisa nesses últimos meses, ainda estou me recuperando e logo estarei bom. Mas o que realmente gostaria de dizer é o fato de que tenho muitos amigos que se dispuseram a me ajudar nesse momento, pois, Desengano tem que acontecer! E tenho que mandar pra gráfica! E todas essas coisas dos ajustes finais que a minha mão não me deixou cuidar… É bom ter amigos. É muito bom ter bons amigos.

E no caso, gostaria de dizer mais um amigo… o que escreveu o meu prefácio. Antes dessa pessoa ser minha amiga, foi ela que me inspirou a seguir a carreira de quadrinhos. A partir desse cara que eu vi o que dava pra fazer com quadrinhos e que não precisava ter nenhuma fórmula específica… Minha maior inspiração.
Então digo com muita alegria que o prefácio de Desengano foi escrito por Robert Crumb, o maior autor underground de todos os tempos. Sim, é isso mesmo! Foi em 2010 na Flip onde nos encontramos e desde então, nos falamos. Na maior parte das vezes conversamos sobre música brasileira antiga…

Quando recebi esse prefácio, me veio uma motivação absurda! Uma vontade de criar muito mais e não parar nunca de fazer quadrinhos.

Claro que não vou revelar todo o prefácio aqui então, se ligue: no dia 26 de setembro na Gibiteria em São Paulo lançamento do meu novo gibi independente!!
Conto com você lá!

Saiu uma matéria lindona no Universo HQ sobre isso! Clique aqui para ver.

E fique esperto que em breve haverá uma Pré-Venda pela Ugra Press!
Outras datas virão mas isso é assunto para outro post.

Aproveito e deixo duas páginas da HQ na íntegra:

desengano_teaser 19

desengano_teaser 20

[English]

It’s been a few weeks that I’m keeping a secret about my upcoming comic book Desillusion. Well, it’s time to reveal one of the biggest news about this book.
But first I would like to say a few things …
People who follow me on Facebook may have noticed that I had tendonitis in the right hand which made me unable to draw and do anything else in the past few months, I am still recovering and soon I’ll be just fine. But what I’d like to say is that I have many friends who were willing to help me at this moment because Desillusion must happen! And I have to send to print! And all these things… these final adjustments that my hand would not let me do it … It’s good to have friends. It is great to have good friends.

And in case, I would say one more friend … The one who wrote my foreword. Before being friends, it was he who inspired me to follow the comic book career… My biggest inspiration.
So, I say with great joy that the Desillusion foreword was written by Robert Crumb, the greatest underground author of all time. Yes, that’s right! It was in 2010 at Flip where we met and, since then, we keep in touch. In most times we talk about old Brazilian music …

When I received this foreword, I got extremely motivated! A desire to create more and never stop making comics!

I won’t reveal the entire foreword… Yet.

Data de Pré-Lançamento de Desengano.

pg 12 Desengano_ TEASER_infos

Tô me preparando.

Repara que quem muito se prepara parece que no momento em que a vida para e te encara o preparo certo é incerto e raro. Então é melhor preparar só um café, agradecer pelo sabor dele fazer o dia nascer mais feliz.

Tô fingindo que tô me preparando, mas é para controlar essa ansiedade que não me dá trégua.

Tô falando de Desengano.
E vai sair! E tem data! E tá quase aí!
Dia 26 de setembro de 2015 será o Pré-Lançamento na lindíssima e queridíssima Gibiteria que fica na Benedito Calixto em São Paulo!!

E eu quero MUITO que você vá!
Seja de onde for e de onde estiver, desde os amigos de São Paulo (esses são obrigados a ir), aos de São Manuel e Bauru caminhando até João Pessoa!

Sim. É isso mesmo. Vai ser num sábado delicioso com muito desenho, bate papo e sorrisos.

Deve até ter um café. Paçoquinha com certeza.
Se prepare. Tem tempo.

Tô me preparando.

Folha de S. Paulo e a convivência silenciosa.

site_folha_ilustrada

Saiu minha primeira tira na Folha Ilustrada HOJE!
A primeira tira no maior jornal do País a gente nunca esquece!!

Adorei ter produzido essa pequena história que diz sobre conviver. Como viver convivendo com o diferente. Não ensina, talvez questiona. Talvez não.
Coexistir.

O título é Berro pelo Erro.
E é isso.

berro pelo erro_RGB_200ppi